top of page

Brincar e jogar estimulam a coordenação das crianças?

Estimulando a coordenação motora das crianças

Os jogos de exercício, também conhecidos como sensório-motores, têm como finalidade o próprio prazer do funcionamento. Os exercícios são pautados na repetição de gestos e movimentos simples como agitar os braços, sacudir objetos, emitir sons, caminhar, pular, correr etc.

  Qual a importância dos jogos de exercício?

Os jogos começam logo na fase maternal e duram, predominantemente, até os dois anos. Nessa fase, a criança está começando a explorar o mundo, conhecer seus sentidos, sensações e movimentos, e o que ela aprende se mantém durante toda a infância e até na fase adulta, como, por exemplo, andar de bicicleta.  

Qual o papel dos adultos nos jogos e exercícios?

O adulto nesse ponto é um facilitador. Quanto mais segura a criança se sentir, mais estimulada ela será.  

Jogos de Exercício

Tipo de jogo: Exploratório.

O que estimula: Coordenação motora, percepção, visuoconstrução, autonomia, diferenciação de objetos, concepção de espaço, tempo e causalidade.

Idade recomendada: 0 a 2 anos.

Onde brincar: Em qualquer lugar.

Número de participantes: A criança é capaz de brincar e explorar sozinha, mas ficará mais motivada na presença dos pais ou adulto que represente esse vínculo.

Material necessário: Materiais diversos. Use a criatividade, mas não se esqueça de supervisionar o material utilizado. Tenha o cuidado de usar sempre objetos sem pontas, sem costuras e atóxicos. Há diversas opções de jogos e brinquedos industrializados para essa faixa etária, como por exemplo, os ginásios de atividades. Quanto maior a diversidade de materiais, texturas, cores e formas, maior será a motivação da criança.  

Como jogar:

Abaixo, seguem vários exemplos de jogos de exercício para você estimular os pequenos! * Rasgar papel * Bater em objetos suspensos com as mãos e/ou pés. * Acertar o alvo. * Assoprar para deslocar. * Soltar objetos dentro de caixas. * Amassar papel. * Soltar e pegar objetos no ar sem deixar cair (pena, algodão, bexiga). * Rolar a bola. * Jogar bola de mão em mão. * Jogar bola na parede, deixar bater no chão e agarrar. * Pular e, gradativamente, aumentar a distância do pulo. * Empilhar e empurrar sem desfazer. * Enfileirar e empurrar sem desfazer. * Encaixar.  

Dicas importantes:

1) Bater ou rolar a bola suspensa por um fio deve anteceder o jogar de mão em mão. 2) No jogo de colocar objetos pequenos dentro de caixas, comece com peças grandes e, pouco a pouco, reduza os tamanhos. Depois de tudo colocado, revire as caixas.

Texto publicado no site Mãe com Prosa.

Fernanda Farinelli escreve sobre o uso de jogos e brincadeiras na estimulação e no desenvolvimento cognitivo das crianças. Leia outros textos sobre este assunto na coluna "Jogos e Brincadeiras do site Mãe com Prosa".

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page